Tags

 Sabia que tudo podia acontecer, se o dia está triste ele poderia tornar-se alegre, era só querer, pensava a menina. A dor era intensa e precisa sonhar para sair dali, daquele lugar escuro, cheio de corrente,s com pouco sol , lúgreme, cruel. O único brinquedo que possuia era uma abóbora  de coberta  de  imagens de  bruxas que achou na  porta de sua casa. Ela apegou-se ao brinquedo e todos os dias imaginava que ele se transformaria em uma carruagem linda  e sairia voando com ela para um mundo encantado, cheio de magias, cores, fadas, pessoas boas que cuidavam dela com amor e carinho. De tanto a menina imaginar, já tornara-se realidade em sua cabecinha e um dia, quando acordou, viu o seu quartinho escuro brilhando com raios de sol, limpo, coberto de brinquedos, uma mesa farta de doces, bichinhos de estimação que falavam com ela. A menina não teve dúvidas , fechou os olhos e pediu com toda a sua força, que aquela abobrinha de brinquedo transformar-se  em  uma carruagem para que ela pudesse ir para a terra dos seus sonhos.  O seu desejo foi cumprido, ela entrou na carruagem e ninguém mais a viu. Essas magias do seu dia a dia que o preenchiam de amor para sua sobrevivência, tornou-se realidade.  Dizem que ela casou com um príncipe encantado, mas ninguém sabe de fato o que aconteceu com a menina do quarto encantado. Viver para algumas pessoas é inexplicável.

Anúncios