Tags

“Perdi alguma coisa que me era essencial, e que já não me é mais. Não me é necessária, assim como se eu tivesse perdido uma terceira perna que até então me impossibilitava de andar mas que fazia de mim um tripé estável. Essa terceira perna eu perdi. E voltei a ser uma pessoa que nunca fui. (…) Ela fazia de mim uma coisa encontrável por mim mesma, e sem sequer precisar me procurar.”

Anúncios