Tags

Depois de ter sido privado de todos os seus bens materiais e afetivos, Jó revolta-se e começa a clamar contra a injustiça que está sofrendo. Na verdade, o pobre homem sempre procurou fazer o melhor possível, e agora vê-se diante daquele Poder imenso, que o está punindo justamente por isso.

Todos nós, em algum momento de nossas vidas, já nos vimos diante da mesma situação, mas ao invés de reclamar contra Deus – que, na minha interpretação, espera que ajamos assim – terminamos voltando nossas baterias contra nós mesmos. Achamos que não merecemos, que não somos dignos, etc. Enfim, nosso complexo de culpa é sempre maior que nossa capacidade de reagir.

Em toda família normal é importante que os filhos encontrem sua voz através de uma rebelião saudável. Em nossa relação espiritual é bom saber que, às vezes, temos o direito de reclamar na hora certa – e seremos ouvidos.

Anúncios